domingo, 9 de novembro de 2008

Ainda sobre Educação

Publico e-mail e imagem enviados pela professora Cristina.



________________________________



Atualizando as informações sobre o Projeto “Estímulo À Leitura”


Durante o ano de 2008, este projeto cumpriu seu papel. Na brincadeira da leitura prazerosa, ele atingiu sua meta, estimulando seus alunos recém-chegados, para o 6º ano do Ensino Fundamental, à prática de uma leitura agradável.
Sem perceber que estavam adquirindo o gosto pela leitura estes alunos chegavam à Oficina, liam e interpretavam o que era proposto, participavam de concursos, promoções de resenhas e redações. Como os alunos levavam livros para ler em casa, eu encontrei na promoção: “Troque sua resenha por uma folha decorada ou material escolar”, uma forma de avaliá-los, sem aquela cobrança habitual. Depois da leitura, quem quisesse ganhar uma folha ou material escolar, deveria me entregar uma resenha da obra lida.
Muito comum entre as meninas de 11 anos é colecionar folhas de cadernos e fichários. Aquelas folhas enfeitadas com motivos variados, de flores, corações, personagens de filmes e desenhos entre outros. Comecei oferecendo folhas de meus cadernos, alguns lápis e borrachas.
Virou festa esta promoção... E no final, formei alguns “apreciadores de obras literárias”. Outra forma de avaliação foram os concursos de redações e resenhas, oferecendo para o primeiro lugar um prêmio, (cadernos, dinossauros, kits, etc.)
Com isso, estarão aptos a continuar suas leituras no próximo ano, tenho certeza!
Na medida em que meus alunos foram se envolvendo nestas promoções e concursos, que para eles era somente divertida, fui aumentando as idéias e dificuldades na elaboração de novas redações e histórias.
No decorrer de 2008 solicitei a autores e editores livros destinados a esta faixa etária. Eu queria um acervo diferente, deixando para a biblioteca da escola a divulgação de livros clássicos. Acredito que o aluno lerá Dom Casmurro, por exemplo, de livre e espontânea vontade, se estimularmos primeiramente, de uma forma lúdica. Daí então minha busca entre autores de histórias para adolescentes.
Agradeço a estes maravilhosos magos da fantasia literária, que doaram suas obras no decorrer do ano, juntamente com suas editoras:

Thalita Rebouças e Angélica Lopes,com dedicatórias e beijos!
Estas duas “fofas” são fantásticas. Através delas, Cintia Borges da Editora Rocco, me enviou outros títulos de aventuras e suspense.
João Carlos Marinho, muito simpático solicitou à Editora Global que me enviassem seus livros da turma do gordo. Recebi alguns muito legais!
Ricardo Azevedo, numa riqueza de livros sobre o folclore, com dedicatória, amei todos!
Laura Bergallo, Flávio Carneiro e Roseana Murray que pessoalmente me enviaram algumas de suas obras.
Editora Cortez, através de Cesar Oliveira, do site futebol.com, livros sobre futebol.
Revista Ciência Hoje, através do Sr. Ricardo Madeira que atendeu um pedido de meu primo Nino Dastre.
Divulgação Clássica-Varginha, Sr Lucas-Editora Scipione e Àtica : desculpe-me pela insistência, mas “quem não chora não mama” e vocês têm obras maravilhosas( ainda quero mais!)
Editora RHJ com os livros de Tarsila do Amaral, sensacionais!
Editora Moderna/Salamandra, através do Sr Jailson T. da Costa e o consultor da região, Sr. Elvis. Muito obrigada! Livros super bacanas!
EDITORA FTD... Obrigada de novo, sempre: Tatyana, Stephanie e Àurea de Belo Horizonte. Vocês são maravilhosas para meu projeto!
Outra experiência positiva para motivar esta criançada a ler é dar-lhes revistinhas em quadrinhos, até aí, nada de novo!
Mas e as revistas de pensamentos, poemas e frases de amor? Outra novidade!
Temos muitas Editoras investindo neste tipo de revistas, entre elas a Escala e Minuano. Ah! Como gostaria que elas doassem alguns exemplares... Eu tenho comprado algumas e até fiz a assinatura da revista Atrevidinha.
Não estou maluca: esta revista é informativa, moderna, linguagem adequada, fashion... etc. recomendo para as meninas pré-adolescentes.
Com este sucesso, investi em revistinhas de beleza, maquiagem, cabelos, receitas culinárias, artesanato, etc. E a mais recente aquisição, a pedido dos meninos: revistas de carros.
Um mega obrigada especial ao anfitrião deste blog, que gentilmente faz suas doações para a Oficina, provando que a distância não é obstáculo algum entre pessoas de boa vontade.
Obrigada aos amigos da cidade pela contribuição!
Um obrigado especial a amiga Laís, de Porto Alegre, que me enviou via "Correios" 10 kg de revistinhas em quadrinhos.
O projeto continuará no próximo ano, com mais sonhos e realizações, pois sua meta é:
“Estimular os alunos para leitura como ação inteligente e reflexiva, garantindo o acesso aos saberes lingüísticos necessários para o exercício da cidadania, direito inabalável de todos.”
Para aqueles que puderem colaborar, esclareço que não necessito de exemplares de livros ou revistas iguais, um título é o suficiente, pois eu os atendo individualmente, tratando-se de um exercício de linguagem oral, treino da leitura e interpretação, como está explicitado no plano de ação.
_______________________

No decorrer da semana que passou esta Torre recebeu muitas manifestações de apoio, por conta da abordagem dada ao trabalho da professora Cristina. O texto também foi publicado integralmente no Blog da Nova Águia, uma revista e um movimento que busca resgatar os valores portugueses e dos países lusófonos e, através dessa integração, valorizar os países de língua portuguesa no cenário mundial.
Em alguns comentários ficou clara a convergência de pensamento e de esforços similares que se desenvolvem pelo país afora. Sugeri, em um comentário meu, que se criasse um espaço para unificar essa luta.
Enquanto esse espaço específico não surge, a Torre estará disponível para a publicação de artigos que tratem do tema.
Professora Cristina; a Torre tem portas, mas estarão sempre abertas para ti.
Ouso copiar uma frase inserida num comentário da postagem anterior e que resume bem o que penso.
"Fala-se tanto da necessidade de deixar um planeta melhor para os nossos filhos e, muitos se esquecem da urgência de deixar filhos melhores para o nosso planeta."

_______________________________


Barbaridade, Tchê... Andas ainda envolto com esses pensamentos?... Teu caso é sério! Por quê não marcas uma consulta com meu outro compadre, o de Bagé? Ele entende dessas coisas afrescalhadas. Ou quem sabe com a dotôra Anne? Corre boato que ela também cura essas coisas de idéias mal postadas.
Mas bueno, te trouxe os causos dos bugres das Missões... mas me representa que não estás com cabeça prá coisa... Deixemos prá próxima, então...
Ainda tens da erva? Preparo o mate, então...
_______________________________





5 comentários:

retalhos disse...

Nossa Língua, é uma paixão. Nossos professores, agem com paixão. Vi Mario Sergio Cortella, falando sobre. Admiro o trabalho, a luta.
Parabéns pela paixão, amigo da Torre.
Parabéns, Cristina.

krika disse...

Obrigada "Retalhos" pelo cometário simpático.
Nosso amigo da Torre é cheio de ideais,não? Admiro-o cada vez mais!

krika disse...

Diante de tantos pontos positivos, nos deparamos, as vezes ,com algum negativo,ou desatenção.E estes parecem de forma indelicada. Na alegria de postar este segundo comentário de agradecimento as pessoas que me ajudaram , fugiu-me o nome de um autor, que me atendeu prontamente. Foi um erro fatal! Imperdoável de minha parte não ter citado o nome do autor Sr.Lino de Albergaria.Seus livros também foram recebidos e apreciados.
Na ocasião eu lhe enviei um email de retorno agradecendo.
Desta vez,ao digitar,pulei linhas.
Esclareço-lhe que não houve intenção de autopromoção. Tanto que comuniquei-lhe sobre esta divulgação no Torre das Letras com a mais pura das intenções. Perdoe-me!

Anne disse...

É realmente um trabalho admirável. Eu adoro ler, mas é um hábito que precisa mesmo ser construído e estimulado. Depois que se descobre, não se larga nunca mais... ainda bem q ten gente esforçada nesse sentido!

Querido Juca, realmente, acho que posso ajudar, mas nao sei... me parece que o caso do nosso amigo corcundinha já é de EXORCISMO, aí vou ter q passar para o nosso amigo QUEVEDO, ou então para o ANALISTA DE BAGÉ, que tem uma abordagem mais sensível e delicada (hahahaha). Com certeza é só deitar naquele pelego que já tá tudo curado. Ou então trocar o tipo de erva... =P

Beijos, meu querido amigo!!!

Achados&Perdidos disse...

Oi, Krika.
Obrigada por ter visitado o Achados & Perdidos.
Estamos no mesmo caminho, divulgando a literatura para a garotada.
A Bia é um juvenil, sim. Mas estou sem nenhum exemplar. Está pra sair um outro livro meu: "Troca de Pele", com patrocínio do Programa de Acão Cultural do Estado de São Paulo. Assim que ele for publicado, mandarei um exemplar pra você, ok?
Parabéns pelo trabalho!
Um abraço,
Tereza

 
Letras da Torre - Templates Novo Blogger